quinta-feira, 8 de setembro de 2011

A Partida

Assisti a um filme lindo ontem. Um dos mais bonitos que já vi. Chama-se A Partida. O seu único porém, para mim que sou vegetariano, foi uma cena em que um dos personagens literalmente incentiva o consumo de carne - qualquer carne - com o argumento de que seres vivos comem seres vivos, e a vida é assim. Há uma expressão que ele usa, no fim, que se parece com o Homer Simpson, infelizmente, quando disse: Se Deus não quis que comêssemos animais, por que ele os fez tão gostosos? Apesar dessa parte, ainda é de uma beleza incrível. Eu chorei nesse filme, por vários motivos. Um deles foi nessa cena, em notar em como somos tão poucos... peixes nadando contra a corrente...


Mas qual corrente. A nossa ou a deles?

Um comentário:

  1. "Eu respeito a sua causa, sei que é um assunto polêmico, mas nem todos precisam concordar com o fim do racismo."

    "Sua causa é muito bonita, eu respeito a sua luta contra o apedrejamento feminino, mas o que seria do mundo se não fosse a diversidade de pensamentos? São apenas opiniões diferentes. E só."

    "Infanticídio? Relativismo cultural. Na natureza há diversas espécies que matam seus próprios filhotes, e continuam vivendo em plena harmonia. É uma questão de equilíbrio biológico, apenas."

    Problem?

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário.